>

a casa

Em 1983, nascia em São Paulo, um curso de teatro infantil dedicado ao exercício criativo e ao livre pensar de crianças e jovens por meio da arte: a Casa do Teatro.

Sua história origina-se de um legado importante e único: o olhar e a fundamentação artística e pedagógica da atriz Célia Helena que, em 1977, criou o Teatro-escola Célia Helena, um espaço para que os jovens pudessem atuar com autonomia, compartilhar ideias e exercer o espírito crítico.

Para incluir também as crianças nesse processo, em 1983, Lígia Cortez criou a Casa do Teatro. Inovador, o curso integrou o teatro às demais linguagens artísticas – dança, música, artes plásticas, circo. Um curso dedicado à criatividade, expressão e o compartilhamento de ideias.

Desde o início das atividades, a Casa do Teatro, em sintonia com os movimentos artísticos contemporâneos, expandiu a prática e a experimentação de atividades que valorizassem o trânsito entre teatro e as diversas artes, dialogando com o tempo e as transformações sociais e culturais.

A equipe é formada por artistas orientadores com especialização nas áreas de atuação, sob a supervisão de Lígia Cortez. Os artistas orientadores encontram na Casa do Teatro um espaço único para reciclagem de estudos com encontros permanentes com artistas e pensadores nacionais e internacionais. Vale destacar a contribuição e olhar especial da dinamarquesa Anna Marie Holms sobre a função da arte na primeira infância, a baby art.

Reconhecida internacionalmente, a Casa do Teatro participa também das ações de intercâmbio com a Academia de Artes Dramáticas de Estocolmo (SADA), no programa Artes da Cena e Paisagem.

Ações artísticas e sociais

Atualmente, a Casa do Teatro funciona como um Núcleo Permanente de Extensão da Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH), instituição de ensino superior que há anos mantém um curso de bacharelado em teatro avaliado pelo Ministério da Educação com nota máxima. Assim, todo o trabalho de formação da Casa do Teatro passa a receber o amparo e o estímulo de professores e de artistas com elevado desempenho acadêmico, em uma troca contínua de práticas e de saberes voltada para a busca de um padrão cada vez mais elevado de ações artísticas e pedagógicas.

Nesses mais de 30 anos de atividades artísticas, muitas foram as ações externas realizadas para disseminar a importância do teatro no processo de formação de crianças e jovens dos mais variados segmentos sociais.

A Casa do Teatro traz em sua história parcerias com várias instituições não governamentais (Fundação Gol de Letra/Projeto Virando o Jogo; Associação Arte Despertar/Favela Paraisópolis/Hospital GRAAC; Posto de Orientação Familiar) na implantação da prática teatral com crianças e jovens em situação de vulnerabilidade.

Em conjunto com a Escola Superior de Artes Célia Helena, a Casa do Teatro tem atuação fundamental no desenvolvimento do Projeto Conexões. Este projeto, além de fomentar a escrita, por autores britânicos e brasileiros, de peças inéditas e relevantes para serem encenadas por jovens, promove e dá suporte à formação de grupos de teatro em escolas públicas, particulares e coletivos independentes, impactando, até hoje, mais 3 mil jovens.

A Casa do Teatro também desenvolve, junto aos professores da rede pública de ensino, um programa de troca e compartilhamento de metodologia artística para aplicação no ensino formal.

Todos esses projetos têm como proposta instaurar a possibilidade da percepção da importância do teatro no processo educacional como meio para manifestação de ideias, de revelações e de reflexões pessoais e sociais.

Open chat
Powered by